SBPPC

 
Proibição do Paraquate é atualizada
04/12/2017 Prazo de banimento está mantido. Produção para exportação e termo de responsabilidade foi alterada. A Anvisa publicou nesta sexta-feira (1/12) uma atualização na RDC 177/2017 que trata da proibição do agrotóxico paraquate no Brasil. As principais questões tratam da produção do produto para exportação, o prazo para que as empresas implantem os formulários informativos e termos de responsabilidade, e o prazo de esgotamento dos estoques adquiridos pelos agricultores. O novo texto permite a produção, exclusiva para exportação, de agrotóxicos com paraquate em embalagens menores que cinco litros. Para a distribuição dos folhetos informativos com frases de alerta o prazo das empresas é de 120 dias. Para a inclusão do Termos de Conhecimento de Risco e de Responsabilidade o prazo é de 180 dias. Também houve uma atualização das frases de advertência e informações que fazer parte do termo de responsabilidade. Confira a RDC 190/2017 com as atualizações: http://portal.anvisa.gov.br/legislacao#/visualizar/362830
 

Fique por Dentro

Estudo da USP mostra como o álcool em dose moderada protege o coração
23/05/2018 Há pelo menos 20 anos estudos têm mostrado que o consumo moderado de álcool pode ter efeito cardioprotetor em grande parte das pessoas, mas ainda não se sabia ao certo por quê.
Ler mais...
 
Anvisa aprova novo genérico para tratamento da hepatite C
22/05/2018 Produto inédito atua como inibidor de enzima essencial para a multiplicação do vírus no organismo humano.
Ler mais...
 
Anvisa quer mudanças na rotulagem nutricional de alimentos
22/05/2018 Órgão aprovou relatório preliminar sobre o tema, que seguirá para contribuição da sociedade em Tomada Pública de Subsídio e testes dos modelos propostos.
Ler mais...
 
Anvisa investiga risco de antirretroviral dolutegravir
21/05/2018 O medicamento dolutegravir (DTG) está sob investigação da Anvisa por suspeita de ocorrência de defeitos de tubo neural (DTN) em mulheres que foram expostas ao produto no momento da concepção. O trabalho é conduzido pela Gerência de Farmacovigilância.
Ler mais...
 
Plataforma usa inteligência artificial para diagnosticar Zika e outros patógenos
18/05/2018 Uma plataforma capaz de diagnosticar diversos tipos de doenças, com alto índice de precisão, por meio de marcadores metabólicos encontrados no sangue de pacientes foi desenvolvida por cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Ler mais...
 
©SBPPC - Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica - Denvolvido por:Boschi Design