SBPPC

 
Pesquisa com terapias celulares está em discussão
14/11/2017 Como devem ser os ensaios clínicos com terapias avançadas que utilizam terapia celular e manipulação genética? Esta é a pergunta da Consulta Pública 416/2017 aberta pela Anvisa para regulamentar essas novas tecnologias em pessoas. As terapias avançadas são aquelas que utilizam terapia celular, engenharia tecidual e terapia gênica à base de células. Isto envolve, por exemplo, a introdução de genes em uma célula para que ela trabalhe de forma diferente e interrompa a produção de proteínas defeituosas. Já o ensaio clínico é a etapa de teste de um produto ou medicamento com pessoas reais. Na prática, estas terapias avançadas representam hoje a grande promessa de tratamento para doenças complexas e sem alternativas de tratamento disponíveis. Segurança dos pacientes O principal objetivo da regulamentação é garantir a segurança e os direitos dos participantes dos ensaios clínicos e assegurar que tais ensaios sejam conduzidos de forma adequada e por investigadores qualificados. A proposta também irá envolver regras para aprovação dos protocolos de ensaio clínicos, a exigência de modificações ou interrupção dos ensaios, quando necessário, e a realização de inspeções in loco para confirmar a qualidade e a confiabilidade dos dados gerados. A qualidade dos ensaios clínicos é fundamental para garantir que a chegada de produtos altamente inovadores que sejam seguros e eficazes. A consulta pública 416/2017 ficará aberta para participação até o dia 7 de dezembro de 2017. Participe da Consulta Pública sobre ensaios clínicos com produtos de terapias avançadas: http://portal.anvisa.gov.br/consultas-publicas#/visualizar/361430
 

Fique por Dentro

Tratamento para câncer de próstata ganha genérico inédito
20/11/2017 Medicamento genérico acetato de abiraterona é indicado para o tratamento de pacientes com câncer de próstata.
Ler mais...
 
O potencial farmacológico dos produtos naturais
17/11/2017 Quase meio a meio: assim se dividem os medicamentos em relação às fontes de seus princípios ativos. Do total disponível no mercado, 49,6% são compostos sintéticos, geralmente fabricados a partir do petróleo, enquanto 50,4% originam-se de produtos naturais ou derivados.
Ler mais...
 
O que queremos para a vigilância sanitária no Brasil?
17/11/2017 Conferência nacional quer construir Política Nacional de Vigilância em Saúde e debater o direito à promoção e proteção da saúde.
Ler mais...
 
Soro contra picada de animais ganha regra específica
16/11/2017 Nova regulamentação da Anvisa define regras específicas para soros hiperimunes, utilizados para tratar mordidas e picadas de animais e insetos.
Ler mais...
 
Reunião FOCEP
16/11/2017 Na reunião do Focep do dia 11 de dezembro, a Dra. Renata Miranda Parca (ANVISA) irá falar sobre a Consulta Pública que envolve terapia celular.
Ler mais...
 
©SBPPC - Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica - Denvolvido por:Boschi Design