SBPPC

 
MCTIC lança prêmio para métodos alternativos ao uso de animais em atividades de pesquisa
O objetivo é impulsionar a pesquisa científica e buscar novas abordagens para incorporação à Rede Nacional de Métodos Alternativos, iniciativa que tem servido de inspiração para outros países. A ideia é promover a redução no uso dos animais em pesquisas e, sempre que possível, adotar a substituição. Estudantes de pós-graduação e profissionais com atuação em métodos alternativos à experimentação animal em atividades de pesquisa e ensino podem se inscrever no "Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos". Iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a premiação tem por objetivo revelar talentos e impulsionar a pesquisa científica, o desenvolvimento tecnológico e a inovação na área de experimentação animal. Dividido em duas categorias – Produção Acadêmica e Desenvolvimento Tecnológico & Inovação, o prêmio vai conceder R$ 15 mil ao primeiro lugar de cada categoria. Todas as propostas devem estar alinhadas ao princípio dos 3Rs (Redução, Refinamento ou Substituição, na sigla em inglês) para o desenvolvimento tecnológico e a inovação. As inscrições para o "Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos" podem ser feitas até o dia 20 de outubro pela página da Renama, onde também estão disponíveis o regulamento e outras informações. Esta iniciativa do MCTIC tem o apoio institucional do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), cooperação da Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco no Brasil), e patrocínio do Grupo Boticário. Fonte: Coordenação da Secretaria Executiva do CONCEA Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal Subsecretaria de Conselhos e Comissões
 

Fique por Dentro

Governo vê uso de brasileiro como cobaia por laboratório estrangeiro
19/08/2017 Obrigado a fornecer um medicamento de alto custo sem registro no país, o governo federal afirma ver indícios de que um laboratório estrangeiro esteja usando brasileiros como cobaias para estudos científicos. Os pacientes, por sua vez, dizem que o tratamento salva vidas.
Ler mais...
 
Fome é o fator que leva a célula tumoral a migrar pelo corpo, diz pesquisador
18/08/2017 O pesquisador britânico Colin Goding está convencido de que o mesmo fator que motivou o primeiro ser vivo unicelular a se movimentar pela Terra – há mais de 3 bilhões de anos – também é a razão pela qual algumas células tumorais se separam do tumor primário para colonizar outras partes do corpo: a busca por comida.
Ler mais...
 
Exame de sangue acusa o início do câncer, diz revista
17/08/2017 m dos maiores complicadores do câncer é o diagnóstico tardio, que pode reduzir consideravelmente as chances de cura de um paciente. Pesquisadores apostam em uma tecnologia computadorizada de mapeamento genético para sanar o problema.
Ler mais...
 
Mulheres com hepatite C: atenção aos anticoncepcionais
17/08/2017 Mulheres portadoras do vírus da hepatite C que utilizam o medicamento Viekira Pak (ritonavir/ombitasvir/veruprevir+dasabuvir) não devem usar anticoncepcionais orais contendo etinilestradiol. A Anvisa publicou um Alerta Sanitário para advertir os profissionais de saúde e as pacientes sobre os riscos de reações adversas graves decorrentes da interação entre os dois medicamentos. Essas orientações, inclusive, já constam na bula do Viekira Pak.
Ler mais...
 
Pesquisadores descobrem substância capaz de impedir reprodução do vírus da zika
15/08/2017 Através de testes em laboratório, pesquisadores da Fiocruz Pernambuco descobriram uma substância capaz de bloquear a reprodução do vírus da zika. Divulgada nesta terça-feira (15) pela entidade, a descoberta foi publicada na revista científica International Journal of Antimicrobial Agents na sexta-feira (11).
Ler mais...
 
©SBPPC - Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica - Denvolvido por:Boschi Design